Skip to content

DICAS

Não seja barrado no aeroporto

Mesmo viajando a lazer, é possível ser barrado pela imigração. Confira dicas para evitar problemas com a documentação

Camila Sayuri, iG São Paulo

Com passagens aéreas compradas e roteiro de viagem definido, ser barrado no aeroporto e deportado de volta para o Brasil sem motivo algum parece pesadelo, mas pode ser real. Segundo dados da Agência Europeia de Controle de Fronteiras (Frontex), os brasileiros são os estrangeiros que mais tiveram a entrada recusada nos aeroportos da União Europeia no ano passado. Nesse período, foram 6.072 brasileiros, o que equivale a 12% do total de entradas recusadas no bloco. Ainda assim, o número é pequeno se comparado aos 2,2 milhões que saíram do Brasil para visitar o continente europeu no ano passado

Para não correr o risco de ser mandado de volta, é preciso estar atento a alguns cuidados. Apesar dos países da União Europeia não exigirem visto de turista para períodos de até 90 dias, há algumas regras para permitir a entrada, como passaporte válido por no mínimo seis meses, passagens aéreas de ida e de volta e seguro viagem. Alguns países exigem ainda a comprovação de uma reserva mínima de dinheiro para se manter no local.

 Confira todos os requisitos exigidos pela União Europeia para permitir sua entrada no país 

“A decisão dos agentes de imigração é soberana e eles podem vetar o ingresso naquele país. Mas, dificilmente, o viajante que levar toda adocumentação recomendada será deportado”, afirma Luiz Fernando Destro, presidente da Comissão Europeia de Turismo (CET). “O grande interesse da Europa é receber os turistas brasileiros, não espantá-los”, completa.

Vínculos com o Brasil

Além dos requisitos exigidos, vale levar outros documentos que comprovem seu vínculo com o Brasil e o objetivo da viagem, como recomenda Maurício Pivetta, gerente de treinamento da agência de intercâmbios Experimento. “Uma carta da empresa onde trabalha apontando seu período de férias, a carteira de trabalho, cartões de crédito e até o imposto de renda são algumas possibilidades”, explica o gerente da Experimento.

Segundo Pivetta, os agentes de imigração partem do princípio que todo o viajante veio para ficar, por isso não precisa se intimidar. “O oficial irá comparar os documentos que ele tem na mão com as suas respostas, perguntar o que você veio fazer no país, checar se as suas roupas e bagagem condizem com o objetivo da viagem”.

Vestimentas

A roupa escolhida também pode chamar a atenção dos agentes de imigração. Segundo a consultora de etiqueta e comissária de bordo por 25 anos, Sofia Rossi, quando se viaja a um país diferente é importante conhecer um pouco dacultura e como as pessoas se vestem.

“Não dá para usar uma roupa muito desleixada, mas também não precisa por terno e gravata para ir viajar”, diz Sofia. “Uma vez  vi um casal de aparência humilde, mas que o homem vestia terno, ser parado pelos agentes. O importante é não mentir.”

Se for deportado

No caso do viajante não ser admitido no país, há o sério risco dele ter prejuízo financeiro. As empresas e agências de viagens não são obrigadas a reembolsar os gastos com passagens aéreas e reservas de hotéis em caso de deportação.

Fonte: Site IG Turismo

___________________________________________________________________________________________________________________

Vou de mala ou mochila?

Tem dúvidas sobre como arrumar sua bagagem, que coisas levar, como se comportar na chegada, que tipo de mala você pode usar e outras assim?
Reunimos dicas de vários viajantes para te ajudar nessa peregrinação.
Menos é mais!

Só leve o que é realmente necessário. Pense no roteiro da sua peregrinação, quantos dias serão, qual clima irá enfrentar e faça uma lista de tudo o que você vai precisar. Como regra geral, se for passar de 10 dias viajando, não leve roupa para mais que 5 dias. No meio do caminho lave e pronto, você tem roupa para mais 5 dias! E lembre-se: se não é útil, pra que levar?

Se você souber que seu grupo vai ficar em uma casa de família é legal levar uma lembrancinha do Brasil para eles. Não precisa ser nada caro ou diífícil de carregar, mas é um gesto muito simpático e sua ‘família espanhola’ vai lembrar de você sempre.

Separe todas as roupas e objetos da sua lista e coloque em cima da cama, verifique se não tem nada sobrando ou faltando na sua lista, escolha cores básicas – como cinza, preto, branco, caqui – que são mais versáteis. Lembre que um vestido ocupa menos espaço e pesa menos do que a dupla calca jeans + camiseta e uma calça convertível em bermuda (aquelas que tem um zíper perto do joelho) ocupa menos espaço que a dupla calça + bermuda.

Tudo aquilo que ocuparia muito espaço na mala/mochila, como botas/tênis e jaquetas/casacos, deve estar sempre no seu corpo durante os deslocamentos.

Ah, troque os cadarços do seu tênis se estiverem velhos, pode ser difícil achar para comprar em Madrid.

Proteja!

Guarde tudo dentro de sacos plásticos e tente separar peça a peça, ao invés de usar um grande para tudo, ou no máximo use um saco plástico para cada tipo de roupa/objeto.

Os objetos mais sensíveis a pancadas, líquidos e outros perigos do mundo devem ser colocados no meio da mala/mochila, rodeados pelas roupas, meias, etc…

O que levar

  • Roupas: além de dobrá-las direitinho, enrole-as como um canudinho, uma a uma, para facilitar na hora de colocar e tirar da mala/mochila e amassar menos.
  • Calçados: um tênis confortável (e pequeno) ou um par de botas de caminhada e chinelos já está de bom tamanho. Se quiser leve um sapato social (bem macio) e deixe o salto alto em casa.
  • Acessórios e maquiagem: são leves, não ocupam muito espaço na mochila/mala e deixam seu visual em dia. Mas não exagere, de maquiagem leve só base/corretivo, blush, batom e um par de sombras – no máximo!
  • Mini-farmácia: em vários países não podemos comprar remédios direto na farmácia como no Brasil, leve de casa os medicamentos que você costuma usar e acha que vai precisar. Para remédios vendidos somente com receita leve uma declaração recente do seu médico explicando o uso e o motivo. E claro, um kit básico de primeiros-socorros, com gaze, esparadrapo e band-aid.
  • Nécessaire: na sua bolsinha (nécessaire) vão os itens de higiene e cuidado pessoal (seu renew e o protetor solar entram aqui). Usar uma nécessaire que ‘abre e pendura’ e tem vários compartimentos é muito útil, principalmente em banheiros apertados.
  • Toalha/Travesseiro: leve uma toalha pequena e muito absorvente ou fraldas de pano – não ocupam muito espaço – dobre ao meio e então enrole em canudinho (como as roupas). Se estiver molhada é indispensável usar um saco plástico só para a toalha ou então estenda sobre a mochila e prenda bem – ela vai secar durante a caminhada. Se quiser levar um travesseiro escolha um pequeno e leve e que possa ser muito amassado até ocupar pouco espaço na sua mala/mochila.
Como arrumar sua mochila?
Buscamos informações para te ajudar, baixe o folheto aqui, imprima em frente e verso para levar com você, uma coluna do verso está em branco para você colocar informações do seu grupo, ou colar no seu diário de peregrino.
Não gosta de mochila, ou acha muito desconfortável? Sem problemas!
Veja neste vídeo uma forma de arrumar sua mala e viajar com pouca bagagem. Você também pode usar os rolinhos de roupa na mala, é só cuidar para não deixar nenhum espaço vazio.
Se suas coisas ficarem soltas dentro da mala suas roupas vão se amassar durante o percurso, seu desodorante pode vazar, e várias outras ‘catastrofes’ podem acontecer – abrir sua mala e ver todas as suas roupas molhadas não é legal.

Quando chegar

Não discuta com a imigração e só responda o que te perguntarem, com educação e firmeza. Se você não sabe falar espanhol peça um intérprete para te ajudar na comunicação. Leve impressa toda documentação que a organização da JMJ mandar pra você, bem como a programação e um documento que comprove sua inscrição. É melhor entregar tudo isso para o agente da imigração no aeroporto do que sair correndo desesperado atrás de uma lan-house para comprovar sua peregrinação.

Por favor não saia comendo tudo o que vê pela frente feito uma ema. Se você tem estômago fraco ou alguma alergia alimentar tenha mais cuidado ainda. Um desarranjo intestinal pode acabar com a sua peregrinação (¡e do seu grupo!). Tente comer o que você tem costume, experimente as novidades devagar e vá se adaptando aos poucos.

Voltando pra casa

Comprou muita coisa? Despache via correios. Vai ser mais barato que pagar excesso de bagagem. Cuidado quando for comprar coisas de origem animal e/ou vegetal, pode ser que o país onde você vá passar depois (no seu roteiro ou nas conexões) não permita a entrada desse tipo de artigo. Se quiser muito um chifre de boi, compre e despache pelo correio – assim a vigilância sanitária não barra a entrada da sua lembrancinha no Brasil.

Na hora de arrumar sua mala/mochila para voltar, deixe-a pré-pronta na véspera. Assim você agiliza sua saída, não corre o risco de esquecer alguma coisa, de sair correndo com uma mochila toda descompensada ou mala que cai toda hora e não atrasa seu grupo.

Quer mais dicas? Acesse o fórum Mochileiros e leia mais.

Tem mais dicas ou sobrou alguma dúvida? O espaço de comentários é todo seu!

Fonte: Site JMJ Brasil

___________________________________________________________________________________________________________________

Dicas super úteis para quem vai à JMJ Madri

Está chegando o evento mais esperado do ano: A Jornada Mundial da Juventude. Em agosto, Madri estará repleta de peregrinos, grande parte deles, em sua primeira jornada. Muita gente está cheia de dúvidas com relação ao que levar, como se preparar, o que fazer na jornada. Compilamos aqui um conjunto de dicas dadas por pessoas que já têm experiência de jornada. Elas podem ser muito úteis para tornar esse momento fantástico ainda mais agradável – e para ajudar a livrar os peregrinos de algumas dificuldades.

E se você também tiver alguma outra dica,  deixe um comentário contando para nós!

Veja as principais dicas:

O que fazer:

  • Viva bem a Jornada. Ela é uma peregrinação espiritual e isso deve orientar todos os seus passos. Participe atentamente dos eventos, vá às catequeses, se confesse, comungue, ore, adore. Procure realmente se encontrar com Cristo.
  • Seja gentil com todos, procure fazer amigos. Ajude quem estiver precisando, seja
  • generoso, tenha o coração aberto.
  • Seja paciente e tenha bom humor. Haverá filas, possíveis dificuldades e tumultos, grandes demoras. A Jornada é uma peregrinação, por isso, certamente inclui alguns sacrifícios e é muito importante saber lidar com isso. O peregrino nem sempre consegue fazer tudo o que gostaria. Contratempos podem acontecer – ofereça as dificuldades e o cansaço a Deus e aproveite a experiência.
  • A Jornada demanda energia, então você precisará se esforçar um pouco. Mas aproveite também para descansar e reconheça seus limites.
  • Alimente-se bem e beba bastante água.
  • Aprenda o básico de espanhol ou de inglês.

O que levar:

Para a Jornada:

  • Bíblia e terço
  • Bandeira do Brasil
  • Ítens para trocar com os peregrinos (chaveiros, pulseiras, broches, canetas, havaianas, camisas, etc: qualquer coisa que lembre o Brasil faz o maior sucesso)
  • Se você for ficar em casa de família, não esqueça de levar alguma lembrança também.

Roupas:

  • Leve apenas o necessário, pois pode ser melhor lavar ou comprar lá o que faltou do que andar com malas pesadas. Uma possível sugestão bem básica para uma semana é levar 5 camisetas, 3 peças íntimas, 1 camisa melhor, 3 pares de meia, 1 agasalho, 2 calças jeans, 2 bermudas. Adapte isso conforme a necessidade.
  • Prefira roupas leves, pois Madri é quente e seca em agosto.
  • Não esqueça de um agasalho, pois à noite pode esfriar.
  • Tênis macio: o peregrino anda muuuito.
  • Boné e lenço para proteger do sol
  • Pijama
  • Chinelo
  • Óculos escuro
  • Na Europa, algumas igrejas proíbem a entrada de quem estiver usando bermuda. Então é útil ter uma daquelas calças que viram bermuda, e vice-versa.
  • Se der, leve uma camisa da Seleção, mesmo genérica: é a melhor forma de reconhecer um brasileiro e o mundo inteiro adora.

Higiene pessoal:

  • Roupa de banho – quem vai ficar em ginásios e escolas poderá ter que tomar banhos coletivos. Vale a pena estar precavido.
  • Você já sabe, mas não custa lembrar: toalha de banho e itens de higiene pessoal em tamanhos pequenos, como sabonete, xampu, desodorante roll on, escova de dentes e creme dental, pente, cotonete, etc.
  • Protetor solar é essencial. Lembre-se que a previsão é de muito sol.
  • Remédios básicos como analgésicos, para dor muscular, para estômago, para enjôo (mas verifique antes o tipo de remédio que pode entrar na Espanha)

Para a vigília:

  • Saco de dormir, lençol e travesseiro
  • Quem quiser, pode levar barraca.
  • Repelente de insetos
  • Lanterna

Para a viagem:

  • MP3 (pode ser útil durante o vôo Brasil-Europa)
  • Adaptador para tomadas (lembre também que a voltagem é 220)
  • Máquina fotográfica / filmadora
  • Bloco de anotações e caneta
  • celular e carregador
  • Papel com telefones de emergência (agência de viagens, consulado do Brasil, seguro médico, seguro viagem, banco, família, informações sanguíneas)
  • Cinto de viagem (para carregar dinheiro dentro da calça e documentos)
  • Cadeados para a mala
  • Cópia autenticada do passaporte e outros documentos
  • Binóculos
  • Saco para guardar as roupas sujas
  • As autoridades espanholas costumam exigir que os turistas tenham pelo menos 60 euros por dia para gastar na Espanha. Pode ser que exijam menos dos peregrinos, mas esteja prevenido.
  • O dinheiro pode ser levado em espécie. Mas a melhor opção é catão travel money ou traveller check. Cartão de crédito é muito útil, mas tenha em mente o seguinte: a) você pagará a fatura com a cotação do Euro do dia do pagamento, não do dia da compra; e b) sobre os gastos no exterior incidem impostos.
  • Como o risco de extravio de malas durante o vôo é real, leve também uma pequena bagagem de mão e nela coloque os itens mais importantes e caros (documentos e aparelhos), além de um terno de roupas.

 Fonte: Jovens Conectados

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: